Outubro Rosa

5 coisas que você precisa saber sobre o Câncer de Mama

 

 Pátio Paulista e você, juntos no Outubro Rosa

 

Durante todo o mês de outubro, as atenções estão voltadas para alertar a população sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. 

 

O autoexame não é suficiente para a detecção precoce da doença. É importante reconhecer sinais do seu corpo de possíveis mudanças, mas não substitui a mamografia. Neste Outubro Rosa, listamos as dúvidas mais frequentes sobre o Câncer de Mama:

 

1. Quem pode ter câncer de mama?

 

Uma a cada 15 pessoas é diagnosticada com Câncer de Mama, segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia. Apesar de atingir marjoritariamente mulheres, homens também têm câncer de mama! São cerca de 160 novos casos no Brasil por dia, sendo o 2º tipo de câncer mais comum entre as mulheres - perdendo apenas para o câncer de pele. Há alguns fatores que aumentam a chance de desenvolver a doença: alimentação inadequada, sedentarismo e tabagismo. Já a genética influencia em apenas 10% dos casos.

 

2. Qual a idade certa para começar a se cuidar?

 

Assim que você tem a 1ª menstruação. De lá para cá, é importante realizar o autoexame, mamografia e frequentar o médico. É indicado realizar o autoexame uma vez ao mês, próximo ao final do período menstrual. 

 

Para quem não sabe, os tumores geralmente se manifestam na segunda metade da vida, porém são muito mais agressivos quando diagnosticados em pessoas com menos de 30 anos. 

 

3. Câncer de mama tem cura?

 

Claro! Quando descoberto nos estágios iniciais, tem chance de 90% de cura. 

 

4. Vou perder os seios?

Não é toda cirurgia que é preciso retirar o seio inteiro, depende do tamanho do tumor. Mas mesmo para quem perdeu toda mama, é possível realizar uma cirurgia reconstrutora.

 

5. Como prevenir?

Cuide da sua saúde e alimentação. Tire a gordura do cardápio e invista em alimentação rica com vitamina A (ovos, carne de fígado, manga, cenoura e etc). Para quem fuma, abandone o cigarro! 

 

Na campanha deste ano, o INCA e o Ministério da Saúde reforçam que os pilares estratégicos no controle da doença - prevenção primária, diagnóstico precoce e mamografia - devem perdurar não apenas em outubro, mas ao longo do ano inteiro, porque o cuidado com as mamas deve ser uma preocupação permanente. O mote da campanha é “Um toque que pode mudar sua vida” .

 

Outros Eventos